Elevação do Seio Maxilar

Menu secundário

A elevação do seio maxilar é um procedimento de regeneração óssea que se utiliza em casos onde não há altura suficiente de osso no maxilar superior para a colocação de implantes.

Porque que é que se perde osso?

A partir do momento em que se perdem os dentes o osso tem tendência a desaparecer. No maxilar superior há umas cavidades (seios maxilares) cuja função é libertar peso ao crânio e que quando não há dentes aumentam de volume e reabsorvem o osso. Há casos em que acontece ainda haver dente mas estamos na presença de uma periodontite o que faz que a altura de osso desapareça em redor do dente e não seja suficiente para a colocação de implantes.

Como é que se faz uma elevação do seio?

A elevação do seio é uma pequena cirurgia que pode ser feita de várias maneiras. Em casos de perdas ósseas pequenas basta, com uns intrumentos próprios, pelo buraco onde vai ser colocado o implante levantar um bocado a parede do seio e colocar um bocado de osso (artificial ou da própria pessoa). Em casos em que a perda óssea é muito grande temos de fazer uma janela na parte lateral do seio maxilar e preencher com osso.

Elevação através do local do implante

 

Elevação do Seio Maxilar

 

É preciso outra cirurgia para colocar os implantes?

Quando a perda óssea é muito acentuada e não temos osso suficiente para colocar os implantes temos de esperar alguns meses até o novo osso estar formado para colocar os implantes.

Quais são as possiveis complicações desta cirurgia?

A complicação mais temida deste tipo de cirurgia é a infecção do enxerto que pode levar à perda de todo o material que se colocou e obrigando a uma nova intervenção. As outras complicações são a dor, o edema (inchaço), hematomas (nódoas negras), epistaxis (sangrar pelo nariz) e, por vezes, quando se rompe a membrana que vai segurar o material o osso artificial sai pelo nariz.